Vers l’infini et au-delà : SpaceX se prépare pour le lancement de Starship après l’incident récent

Ads

A SpaceX está se preparando para lançar novamente o foguete Starship, más de seis meses após o incidente em que ele explodiu logo após decolar. Embora a FAA ainda não tenha emitido uma licença de lançamento, a SpaceX afirmou recentemente que o lançamento poderá ocorrer no meio de novembro se todas as aprovações regulatórias forem cumpridas. A vida a bordo da Estação Espacial Internacional é fascinante e desafiadora para os astronautas que a habitam. É um ambiente completamente diferente do que estamos acostumados na Terra, com gravidade reduzida, uma vista deslumbrante do cosmos e a necessidade de se adaptar a rotinas rigorosas para realizar as atividades diárias.

De acordo com o The Washington Post, a NASA está ansiosa para retomar os testes do foguete Starship e investiu US$ 4 bilhões (R$ 19,6 bilhões) em seu desenvolvimento. Esta espaçonave será essencial tanto para a SpaceX quanto para a NASA, pois será usada para enviar astronautas à superfície lunar até 2025 como parte do objetivo da NASA de retornar ao satélite natural da Terra. No entanto, há preocupações sobre a dificuldade de reabastecer o tanque de propelente do Starship enquanto estiver em órbita terrestre e a necessidade de demonstrar sua confiabilidade antes que a NASA permita que astronautas embarquem.

A SpaceX realizou melhorias significativas no sistema de supressão de água no local de lançamento para reduzir as vibrações do foguete, introduziu um novo método de separação de estágios e realizou vários testes de motores para melhor entender o desempenho do foguete em voo. No entanto, mesmo com essas melhorias, não há garantia de um lançamento bem-sucedido a partir do próprio local de lançamento da SpaceX, localizado no sul do Texas, EUA. Isso significa que a empresa está enfrentando obstáculos significativos enquanto se prepara para lançar a Starship novamente.

O atraso nos testes da Starship também pode ter um impacto significativo nos planos da NASA. A agência espacial americana está apostando no sucesso da Starship para superar a China na corrida para alcançar a Lua. A Starship é um foguete grande e poderoso que, ao contrário do Space Launch System (SLS) da NASA, foi projetado para ser usado mais de uma vez. Além das missões de exploração espacial, a SpaceX pretende usar a Starship para lançar seus satélites de próxima geração da Starlink, que fornecerão conectividade à Internet de alta velocidade para regiões anteriormente sem conexão.

O próximo teste de voo seguirá uma trajetória semelhante ao último, com o foguete decolando do local de lançamento no Texas e a Starship voando quase para a órbita antes de pousar no Oceano Pacífico. Este teste será crucial para avaliar o desempenho do foguete e sua capacidade de realizar missões espaciais com segurança e confiabilidade.

Em resumo, a SpaceX está se preparando para lançar novamente a Starship com melhorias feitas após o incidente anterior. No entanto, a obtenção de aprovações regulatórias e as preocupações sobre o reabastecimento do tanque de propelente do Starship e sua confiabilidade ainda são desafios a serem superados. A NASA também está ansiosa pelo sucesso da Starship, pois isso pode influenciar sua posição na corrida espacial com a China. Com o lançamento programado para novembro, todos estão ansiosos para ver o resultado deste próximo teste e como ele afetará a futura exploração espacial.